Justiça defere tese do advogado Dr Alberdan Coelho, revoga prisão de Vereadores e os mantem em seus cargos eletivos.



Na madruga de terça-feira (05), onze vereadores da Câmara Municipal de Santa Rita, foram presos durante a operação ‘natal luz’ pelo GAECO (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) do MP do Estado da Paraíba, acusados de peculato. Eles voltavam da Serra Gaúcha, e a prisão se deu ainda no Aeroporto Castro Pinto, em Bayeux.

De acordo com o delegado Allan Terruel, a operação teve início após o Ministério Público suspeitar da viagem dos vereadores, que usaram um seminário como justificativa para a ida a Gramado (RS).

Ontem, (6) na audiência de custodia, após ouvir os acusados por 8 horas, a Juíza Maria dos Remédios, acatou a tese do Advogado Alberdan Coelho, revogou as prisões, impôs algumas medidas cautelares, mas, manteve os vereadores em seus cargos eletivos e eles poderão frequentar a sessão da Casa Legislativa normalmente.


A Redação

Nenhum comentário